AgroBrasília deve atrair visitantes de várias regiões do país e do mundo

Cerca de 115 mil pessoas deverão visitar uma das maiores feiras do agronegócio brasileiro para conhecer as inovações tecnológicas e as últimas tendências do mercado agropecuário, a AgroBrasília, que é a mais importante em nível mundial em se tratando de tecnologia para agricultura tropical.

O evento, que acontece de 14 a 18 de maio no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, a 60 km de Brasília, em uma área de 500 mil m², é realizado pela Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal  (Coopa-DF), que há mais de quatro décadas tem contribuído para o desenvolvimento da atividade agrícola no Planalto Central.

O público que visita a Feira Internacional dos Cerrados é diferenciado e, como nas demais edições, neste ano deverá receber visitantes de todas as regiões do País e também de outros países, ávidos em conhecer as mais recentes inovações e tendências tecnológicas do mundo Agro. São empresários, produtores da agricultura familiar, representantes do governo, pesquisadores, embaixadores, diplomatas e estudantes que buscam informações e as novidades do mercado agropecuário. Como é o caso de Rowena Bentina, de Paracatu (MG), que visita a Feira todos os anos.

“A AgroBrasília para nós, produtores rurais, é um sonho. A primeira vez que eu fui pra AgroBrasília eu fiquei tão encantada, que a gente depois que vai uma vez vai todos os anos e todos os anos nós temos algo a aprender, porque é uma difusão de tecnologias, uma difusão de soluções pro nosso dia dia aqui da propriedade, e eu gosto tanto da AgroBrasília que no ano passado todos os nossos funcionários foram pra lá, explica Bentina, diretora-administrativa da Agropel. “Nós locamos um ônibus de 44 lugares e todos os funcionários com alguns familiares tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho que é realizado na Feira”, acrescenta.

Lugar ideal para as empresas exporem seus produtos e lançamentos e realizarem negócios, lá são divulgadas as últimas novidades em pesquisas sobre genética vegetal e animal, além do sistema Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e soluções para a Agricultura Familiar.

Os visitantes também podem conferir de perto máquinas e equipamentos de última geração, implementos agrícolas e outras tecnologias, novas cultivares, exposição e comercialização de animais e espaços com exposição de veículos utilitários com pista de off road.

A Feira conta ainda com uma extensa programação, composta por seminários e debates técnicos com a participação de palestrantes e especialistas do agronegócio.