Projeto Solo Vivo recupera características biológicas das propriedades

Araunah desenvolve soluções customizadas para problemas nos terrenos 

IMG 7578

Com o objetivo de tratar problemas biológicos do solo, a Araunah lança o Projeto Solo Vivo. O trabalho é de autoria de Ademir Calegari. Um solo fértil contém características físicas, químicas e biológicas. O problema é que aos poucos a monocultura vai degradando o terreno e, assim, ele perde as características biológicas.

“O solo tem de ter características físicas, químicas e biológicas. Só que na parte biológica o sistema está sendo negligenciado. Se você for só plantando soja, milho e feijão, soja, milho e feijão, você selecionar naquele ambiente organismos fito patogênicos que são comuns às três culturas e vão dar problema na soja, vão dar problema no milho e vão dar problema no feijão”, explica Márcio Henkes Caldeira, especialista em pesquisa de desenvolvimento da Araunah.

IMG 7573

Através do uso de estratégias como rotação de cultura, plantas de cobertura, ativos biológicos e bioativação por meio da tecnologia bioenergética o trabalho de recuperação do solo é desenvolvido nas propriedades rurais.

Para desenvolver o projeto a equipe da Araunah vai à propriedade, faz um diagnóstico junto com o produtor rural e sua equipe técnica. E assim a empresa desenvolve uma solução customizada para o problema.

“Estamos trazendo a solução customizada ao produtor. Para cada problema nós temos uma proposta de solução através de um mix de plantas de cobertura”, afirma Nilson Silva, gerente comercial regional da Araunah.