Baixe o app da AgroBrasília:

Siga a AgroBrasília:
circle facebook 32 instagram 32 twitter 2 32

Notícias

Coopa-DF participa do Eixão Agro

Coopa-DF participa do Eixão Agro

Cooperativa contou com estande institucional e apresentou seus produtos no evento Brasília recebeu a segunda edição do Eixão Agro. O evento reuniu cerca de 50 expositores que apresentaram e comercializaram seus produtos. Realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (Fape-DF), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem [...]

Leia mais

Exportação de café cai 5,9% em janeiro para 2,49 milhões de sacas

As exportações brasileiras de café recuaram 5,9% em janeiro, ante igual período de 2017, para 2.490.023 sacas de 60 quilos, informou nesta sexta-feira, 9, o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). A receita com as vendas externas do grão somou US$ 400,92 milhões, queda de 13,9% na variação anual.

No primeiro mês de 2018, o preço médio do produto foi de US$ 161,01 por saca, um decréscimo de 8,5% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a média era de US$ 175,96 por saca. "O resultado deste começo de ano já era esperado e segue de forma geral sem grande alteração para o mercado de exportação de café. Acreditamos que o ritmo seguirá mais lento até a entrada da nova safra, que trará uma expectativa melhor. Além disso, o volume de chuva tem sido alto, o que favorece a produção. Se o fator climático permanecer desta forma, será muito positivo", avalia o presidente do Cecafé, Nelson Carvalhaes.

Do total embarcado em janeiro, o café arábica correspondeu a 93% (2.316.280 sacas), seguido pelo solúvel com 6,5% (160.766 sacas) e robusta com 0,5% (11.320 sacas). Entre os embarques do grão verde, o destaque ficou para os cafés diferenciados, que registraram 21,1% de participação nas exportações. No mesmo mês do ano passado, esse volume estava em 14,9%. O total de sacas exportadas dos cafés diferenciados no período foi de 524.851, enquanto o preço médio ficou em US$ 189,39.

A Alemanha passou a ocupar o primeiro lugar no ranking dos principais consumidores do grão brasileiro, com 20,6% de participação (513.070 sacas). Os Estados Unidos - que lideravam a lista desde março de 2017 - seguem agora na segunda posição, com 17,9% (444.726 sacas). Os norte-americanos, no entanto, mantêm liderança nas aquisições de cafés diferenciados. O Japão ficou na terceira posição, com aumento de 10,51% nas compras e 8,8% de participação nos embarques brasileiros do setor (218.817 sacas).

Fotos da AgroBrasília

Vinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.x
dia 16
dia 17
dia 18

Faixa logos patrocinadoras

logos apoio