Coopa-DF participa do Eixão Agro

Cooperativa contou com estande institucional e apresentou seus produtos no evento

IMG 1401

Brasília recebeu a segunda edição do Eixão Agro. O evento reuniu cerca de 50 expositores que apresentaram e comercializaram seus produtos. Realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (Fape-DF), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-DF), neste ano, contou com apoio institucional da Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF). A cooperativa esteve presente com estande, onde apresentou seus produtos e mostrou a pujança do agronegócio do DF.

A participação institucional da Coopa-DF apresentou ao público de Brasília as etapas do processo de produção da farinha de trigo Buriti, feita pela cooperativa. Segundo José Guilherme Brenner, vice-presidente da cooperativa, o evento é uma grande oportunidade de unir a cidade ao meio rural: “o Eixão Agro mostra ao público da cidade o que a cooperativa produz, além da importância dessa produção na nossa região. É algo desconhecido, a maior parte das pessoas fica surpresa em saber que, no DF, produzimos trigo e farinha de qualidade, é bom para as pessoas terem esse conhecimento”, disse.

AgroBrasília fortalece laços empresariais e tecnológicos entre Brasil e Colômbia

colombia brasil

Estimular a promoção de uma feira semelhante à AgroBrasília no cerrado colombiano é uma meta  do assessor do Ministério da Agricultura da Colômbia, Nelson López. Desde 2013, ele visita a feira brasileira todos os anos, acompanhado de empresários interessados em conhecer empresas, produções, inovações tecnológicas, maquinários e produtos apresentados ali. “A AgroBrasília é muito importante para nós. Nossa região é muito parecida ao cerrado brasileiro, tem as mesmas dificuldades de produtividade, a baixa fertilidade dos solos e um grande potencial”, ressalta López, lembrando que trata-se também da região mais importante para a Colômbia em termos de produção de alimentos e agroindústria.

Este ano, oito empresários colombianos viajaram ao Brasil especialmente para visitar a feira e buscar parcerias que fortaleçam o desenvolvimento do cerrado daquele país, que tem uma população superior a 47 milhões de habitantes, a segunda maior da América do Sul. “A AgroBrasília causou um grande impacto neles, pois no cerrado colombiano ainda não se tem uma feira dessa magnitude Apreciamos muito o pessoal da Coopa-DF e tudo o que estão fazendo pelo desenvolvimento dessa região. Estamos nesse processo de transição e queremos a experiência, a expertícia de grandes produtores de grãos, como a Coopa-DF e outras empresas que já se disponibilizaram a dar a mão à Colômbia.”, completa López. Nos últimos seis anos, ele tem trazido também amostras da cultura do cerrado colombiano para a AgroBrasília, através de apresentações artísticas, danças, músicas, tradições, artesanato, belezas naturais.

 

colombia

No estande da Colômbia, no Pavilhão de Negócios, os visitantes da AgroBrasília também tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho da Corporação Colombiana de Pesquisa Agropecuária (Corpoica). Esta divulgação é feita pelo coordenador da Aliança Internacional entre a Corpoica e a Embrapa, Juan Pablo Molina Acevedo, através de palestras, folhetos informativos e explicações. “A AgroBrasília é uma janela excelente para mostrar que, na Colômbia, também fazemos uma excelente pesquisa agropecuária”, reconhece Acevedo. Dentre as tecnologias apresentadas ali, estão mais de 60 espécies de batatas nativas para consumo desenvolvidas na região andina, cultivares de caju e brachiaria adaptadas ao solo ácido do cerrado e a raça bovina romulo, um gado vermelho muito rústico introduzido na época da colonização espanhola, com carne entremeada de gordura, adaptado a climas secos e quentes, como a região caribe.

“Agradecemos muito essa oportunidade oferecida pela AgroBrasília, para que o Brasil conheça as tecnologias que estão sendo desenvolvidas na Colômbia e possamos criar interações e novas parcerias. Este ano, tivemos a visita do Embaixador da Colômbia, Alejandro Borda Rojar, que ficou muito satisfeito de ver o estande como uma janela para apresentar a riqueza do cerrado colombiano para o Brasil e o desenvolvimento de sua pesquisa agropecuária. Em 2019, esperamos estar novamente aqui”, finaliza o Juan Pablo.

Sicredi marca presença na AgroBrasília

Resultado de imagem para sicredi

 

Entre os dias 15 e 19 de maio, o Sicredi - instituição financeira cooperativa com mais de 3,7 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros e no Distrito Federal – estará presente na AgroBrasília. O evento, promovido pela Cooperativa Agropecuária da Região do DF (Coopa-DF), está em sua 11º edição e é uma vitrine das tecnologias para o agronegócio.


Durante a feira, além de saber o que há de mais novo em máquinas, implementos agrícolas, insumos, pesquisas, biotecnologia, genética animal e vegetal, os visitantes também terão acesso ao stand do Sicredi, onde poderão conhecer as condições especiais de crédito e produtos customizados para atender às necessidades dos produtores rurais (BNDES, FCO e consórcio) além de mais de 300 soluções financeiras. “O objetivo do Sicredi é ser parceiro desse ciclo de negócios e um apoiador financeiro”, ressalta Rodrigo Silveira, Assessor de Crédito da Agência Brasília.

O espaço, idealizado para atender aos atuais e futuros associados, conta com uma sala de reuniões à disposição dos sócios, lounge, brindes e baristas profissionais oferecendo cafés gourmets aos visitantes.

Na sexta-feira (18), será realizada também uma assembleia itinerante de consórcios de caminhões, tratores e utilitários, com sorteio para os contemplados. O consórcio é um sistema de compra cooperativada de contribuição mensal. Diferente de um empréstimo, funciona como uma poupança programada para aquisição de maquinário pesado.


Sicredi em Brasília


O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,6 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 21 estados*, com 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. 

No dia 24 de abril, o Sicredi inaugurou sua primeira agência em Brasília, localizada na esquina da W3 Sul com o Eixo Monumental, no Setor Hoteleiro Sul. A Agência Brasília está na área de atuação da Cooperativa Sicredi Planalto Central, uma das 116 integrantes do Sicredi.

Para estar cada vez mais à disposição de seus associados, além das agências físicas, o Sicredi também oferece uma múltipla rede de canais (mobile e internet banking, redes de autoatendimento e agentes credenciados).

AgroBrasília fortalece laços empresariais e tecnológicos entre Brasil e Colômbia

colombia brasil

Estimular a promoção de uma feira semelhante à AgroBrasília no cerrado colombiano é uma meta  do assessor do Ministério da Agricultura da Colômbia, Nelson López. Desde 2013, ele visita a feira brasileira todos os anos, acompanhado de empresários interessados em conhecer empresas, produções, inovações tecnológicas, maquinários e produtos apresentados ali. “A AgroBrasília é muito importante para nós. Nossa região é muito parecida ao cerrado brasileiro, tem as mesmas dificuldades de produtividade, a baixa fertilidade dos solos e um grande potencial”, ressalta López, lembrando que trata-se também da região mais importante para a Colômbia em termos de produção de alimentos e agroindústria.

Este ano, oito empresários colombianos viajaram ao Brasil especialmente para visitar a feira e buscar parcerias que fortaleçam o desenvolvimento do cerrado daquele país, que tem uma população superior a 47 milhões de habitantes, a segunda maior da América do Sul. “A AgroBrasília causou um grande impacto neles, pois no cerrado colombiano ainda não se tem uma feira dessa magnitude Apreciamos muito o pessoal da Coopa-DF e tudo o que estão fazendo pelo desenvolvimento dessa região. Estamos nesse processo de transição e queremos a experiência, a expertícia de grandes produtores de grãos, como a Coopa-DF e outras empresas que já se disponibilizaram a dar a mão à Colômbia.”, completa López. Nos últimos seis anos, ele tem trazido também amostras da cultura do cerrado colombiano para a AgroBrasília, através de apresentações artísticas, danças, músicas, tradições, artesanato, belezas naturais.

 

colombia

No estande da Colômbia, no Pavilhão de Negócios, os visitantes da AgroBrasília também tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho da Corporação Colombiana de Pesquisa Agropecuária (Corpoica). Esta divulgação é feita pelo coordenador da Aliança Internacional entre a Corpoica e a Embrapa, Juan Pablo Molina Acevedo, através de palestras, folhetos informativos e explicações. “A AgroBrasília é uma janela excelente para mostrar que, na Colômbia, também fazemos uma excelente pesquisa agropecuária”, reconhece Acevedo. Dentre as tecnologias apresentadas ali, estão mais de 60 espécies de batatas nativas para consumo desenvolvidas na região andina, cultivares de caju e brachiaria adaptadas ao solo ácido do cerrado e a raça bovina romulo, um gado vermelho muito rústico introduzido na época da colonização espanhola, com carne entremeada de gordura, adaptado a climas secos e quentes, como a região caribe.

“Agradecemos muito essa oportunidade oferecida pela AgroBrasília, para que o Brasil conheça as tecnologias que estão sendo desenvolvidas na Colômbia e possamos criar interações e novas parcerias. Este ano, tivemos a visita do Embaixador da Colômbia, Alejandro Borda Rojar, que ficou muito satisfeito de ver o estande como uma janela para apresentar a riqueza do cerrado colombiano para o Brasil e o desenvolvimento de sua pesquisa agropecuária. Em 2019, esperamos estar novamente aqui”, finaliza o Juan Pablo.

Pela primeira vez na região do Cerrado, S-10 Midnight é apresentada na AgroBrasília

Estande da Chevrolet traz à Feira veículos e acessórios da marca

 Chevrolet 2.jpg

A AgroBrasília 2018 recebeu uma grande novidade no universo das caminhonetes: A S-10 Midnight. Com origem nos Estados Unidos e sendo exposta pela primeira vez na região do Planalto Central, a Midnight foi lançada numa sexta-feira 13. Tudo isso pensado para promover os tons pretos que marcam o design do veículo.

A nova S-10 conta com um motor 2.8, motor a diesel, tração 4x4, controle eletrônico de estabilidade, rodas aro 18 com acabamento black e a inédita segurança de monitoramento de rota, que auxilia o proprietário no rastreio do veículo.

Segundo a gerente regional de vendas da General Motors, Taís Corrêa, a Chevrolet tem grandes expectativas para a Midnight na AgroBrasília. "Trouxemos o maior investimento da marca no setor de feiras, um estande maior para atendermos os visitantes com todo o conforto possível. Pessoas físicas e produtores rurais que visitarem a Chevrolet na AgroBrasília terão condições especiais de negócio", destacou.

Profissionais da imprensa vindos de Brasília e Goiânia acompanharam o lançamento da S-10 Midnight, e aproveitaram a pista off-road da Chevrolet para fazerem um teste drive, acompanhados por técnicos da marca, nas caminhonetes S-10 LTZ, e na Trail Blazer 2019.

"Pelo contato inicial que tive com a S-10 no teste drive, o veículo se comportou muito bem nos mais variados terrenos. Sobre a Midnight, acredito que tem tudo para ser bem recebida no mercado, principalmente pelo público jovem e urbano", avaliou Antonio Teodoro, jornalista do programa Auto Motor.

Texto: Pedro Costa